Beto Soul

Mais além, primeiro CD solo e segundo na carreira de Beto Soul, passeia por
ritmos como o pop, o jazz, o soul e a MPB.
São dez faixas inéditas que retratam temas diversos. A guerra do tráfico nos
morros do Rio de Janeiro em “As flores que não crescem no jardim”; uma
visão otimista sobre a vida na faixa “Tanto pra viver”; a força da busca na
faixa-título “Mais além”; o pop que remete aos bons e eternos boleros de Lulu
Santos em “Nosso carnaval”; uma festa, a dois, em um apartamento na faixa
Essa noite”; os encontros e desencontros de uma confusa relação amorosa
na canção “Sem saber”; uma viagem pra dentro de si no “afoxé pop” “Vem de
mim”, o relato de uma noite fria sob o céu estrelado e iluminado por fogos de
artifício, na belíssima cidade mineira de Tiradentes na canção “Tudo em paz
e, claro, canções que falam de amor nas faixas “Pra te ver bem” e “Luz da
manhã”.
Gravado em São Paulo, no Pro-Estúdio entre junho e dezembro de 2007, o
trabalho teve a produção musical de Fabio Negroni e contou ainda com a
participação de grandes músicos e amigos como Carlinhos Noronha (Baixo),
Pedro Cunha (Teclados), Rodrigo “Digão” Braz (Bateria), Anselmo Ubiratan
(Baixo), Bapt (Texto incidental na canção, As flores que não crescem no
jardim), Julinho Teixeira (Teclados) e Fabio Negroni (Guitarras).
Mixagens Cássio Martin e a coprodução executiva Fabio Ciceroni.
A fotografia e todo projeto gráfico tem a assinatura do fotógrafo e designer
Helson Gomes.

  • 01

    Luz da manhã

    Luz da manhã

    Sempre assim quando vê o sinal
    Faz sentir toda paz
    Pelo céu se espalhar
    Reacender com a luz da manhã
    Compartir meu destino
    Com você na canção

    Vida solta no ar vida louca me deixa estar
    Ao seu lado em qualquer lugar
    Quero vê-la chegar um sorriso em cada olhar
    As estrelas vão te guiar

    Vem pra mim sem saber o final
    Faz florir meu jardim no quintal de nós dois
    Digo vem pra se abrir depois
    Revelar meus sentidos com você na canção

  • 02

    Pra te ver bem

    Pra te ver bem

    Quando você chegou
    Eu não soube lhe falar
    Tanta coisa pra viver pra desvendar
    A estrada me leva
    Na direção onde eu vou chegar
    Um som um sol e você por todo ar

    Eu quero o bem
    Eu quero ver você bem de perto
    O lado certo não é o mais simples de se olhar
    Eu quero o bem
    Eu quero ver você bem de perto
    O lado certo não é o mais fácil de se achar

    Tudo pra te ver
    Atravesso à noite longa pra te encontrar
    Onde nem um mal conseguirá me alcançar
    Sigo a linha reta e o coração me faz pensar
    Pelo amanhecer o céu azul pra contemplar

  • 03

    Tanto pra viver

    Tanto pra viver

    Tenho tanto pra viver um sonho pra contar
    Estende o lençol acende um incenso no ar
    Almeja a luz do sol no céu do azul do mar

    Com quem sempre estive
    Alegria festeira em toda noite em todo dia
    Se tudo é tão simples
    Ninguém nunca poderá nos alcançar
    Novo tempo surgirá nós

    Espera a vida inteira mundo claro
    Quintal no entardecer de brilho raro
    Desejo nas manhãs ser sempre seu amado
    Seu coração de amor tão estrelado

  • 04

    Mais além

    Mais além

    Vou seguir a trilha do que resta
    Pra encontrar você
    Decidir por tudo aquilo que liberta
    E o que da prazer
    A nós a sós pelo universo paralelo
    Sentindo o bem
    Feroz veloz cavaleiro solitário
    Alado sem ninguém

    Sem ter medo do futuro ir mais além
    Confessar pro mundo
    Nosso mergulho mais profundo ir mais além
    Reinventar a paz fazer guerra nunca mais ir mais além
    Poder voar no segundo do sentido do olhar
    ir mais além mais além

    Vou sentir a brisa bater no rosto
    E correr pro mar
    Mudar o rumo pra sentir seu gosto
    Invasão lunar
    Em nós quando estamos sós perdidos no espaço
    Fazendo o bem
    Para nós veloz com um tempo improvável
    Num futuro mais que perfeito

    Mais além de tudo que nos aproxima
    Mais além do infinito do olhar
    Da sede que seca do visível que tocamos
    Mais além do som do silêncio
    Do espaço do gosto amargo
    Mais além do bem do mal
    Do que ainda está por vir

  • 05

    As flores que não crescem no jardim

    As flores que não crescem no jardim
    Texto incidental “Pensando o morro” (Bapt)

    Por mais quanto tempo os sonhos serão castigados
    Como as flores que não crescem no jardim
    Até quando será verdade os que não dizem sim
    Entre morros de ilusão nos guetos quantos mais virão
    Na saudade que vira pó
    Reféns do caos de uma improvável desmedida nação

    As crianças nascem livres com direito de ir e vir
    Podem dormir acordar só não são livres para ficar
    Onde nasceram para viver e aprender a preservar o tesouro de seus pais
    Parece que no morro a vida flui ao contrario

    Podemos mais que toda essa miséria

    Aos olhos das leis que regem a sociedade são todos presidiários

    Seremos mais que toda essa miséria

    Tava só pensando o morro

    O dia que deixarem as flores crescendo em paz no jardim

    Eu não tava fazendo nada demais tava só olhando as flores
    Tava procurando paz de longe pensando o morro
    Não sinto saudade é que mais cedo ou mais tarde
    Todos se descobrem marginais todos descobrem marginais

    O credo e lei na noite escura o crime e o poder
    Espalhados no meio da rua e o futuro que vira pó
    A mão que entrega o papel
    É a mesma que enxuga a lágrima que vem do céu
    Por mais quanto tempo os sonhos serão castigados
    Como as flores que não crescem no jardim
    Até quando serão verdades essas noites sem fim.

  • 06

    Vem de mim

    Vem de mim

    Vem de mim, sonhos
    seu olhar verões
    Te buscar no ar na canção
    Entregar sem não
    Dizer o que sentir
    Vem de mim saudade
    ou será sabor
    Alcançar milagres
    Espalhar o amor
    Viver sentir gozar a vida
    Vem de mim vontade
    Recriar o mundo sem dor
    Vislumbrar o mar a miragem
    Deixar levar a onda clara do amor
    Vem de mim vontade
    Recriar o mundo sem dor
    Vislumbrar o mar a miragem
    Deixar levar a onda clara do amor
    Vem de mim

  • 07

    Essa noite

    Essa noite

    E se ao invés de sairmos hoje, nós ficarmos em casa

    Contando estrelas da sacada, dilatando sensações

    Desavisados do acaso que nos cerca

    E que parece nada no momento do grito

    Que ecoa na sala vazia do apartamento ao lado

    Somos dois sãos e soltos, cegos buscando luz

    Oração de mãe, a hóstia na mão do orador

    O caminho que nos une é o mesmo que nos devora

    A sede que nos seca é a mesma que nos molha

    O fruto de nossa força, o cansaço do fim

    Pra cada espera o alivio

    Em cada ato o ator

    Pra cada escolha um caminho

    Em cada paladar um sabor

    Vamos sentir a brisa leve que nos toca o rosto

    Revelar a distância da lente que nos separa do observador

    Espaçonaves perdidas no espaço

    Anjos do bem vagando pela noite fria

    O mistério da vida será resposta no futuro.

  • 08

    Nosso carnaval

    Nosso carnaval

    Vê se vem pra cá não demora não
    Hoje o tempo trás tudo que há de bom
    Nossa fantasia pura inspiração
    O enredo e a alegoria nosso carnaval nosso carnaval...

    Não me sinto sozinho
    com você em meu caminho
    só o amor é capaz de deixar
    alguém por você assim

    Nem me lembro mais tudo é tão real
    Desejo se refaz amanhece em nós
    A noite se despiu deixando o véu da manhã pelo chão
    Calor harmonia clareia luz no coração

  • 09

    Sem saber

    Sem saber

    Que confusão é essa
    Que você me arrumou
    Quero sair daqui me deixa em paz por favor
    Onde foi quem falou como tudo começou
    Que bobeira foi essa
    De maltratar meu amor

    Se não entende nada
    Do que eu estou falando
    Nem tão pouco saca
    quando estou vibrando
    sempre diz bobagens

    e quando eu saio me mando
    abro as minhas asas
    e saio cantando
    e você sem saber onde e por que

  • 10

    Tudo em paz

    Tudo em Paz

    Luz no céu fogos de cores vivas
    Noite rara de se ver
    O luar claro e distante em si nu
    Vou buscar no meu país

    Tempo faz nascer o novo dia
    Nova dimensão no sentido da vida

    Som que traz nova canção na mente
    Gosto doce de se ter
    Terra mãe e outros planetas lindos
    Tudo em paz com nosso amor

Deezer
Spotify
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram